27 de janeiro de 2010

continuação...

Ele sentiu vergonha dele mesmo por estar falando tudo aquilo para uma mulher que não seria sua. Aquilo era jogar palavras ao vento, mas pelo menos ela saberia dos seus sentimentos guardados há tempos.
- André, espera!
Ele parou e virou-se. E viu a mulher mais linda do mundo correndo em sua direção... Ela se jogou nos braços dele e antes que qualquer coisa acontecesse, Anna olhou pra ele e disse
- Poxa Dé, eu pensei que você nunca ia falar isso. Quando o Carlos pediu pra se casar comigo eu recusei Dé, eu não podia me casar com ele. Eu te amo e em todos esses anos que a gente podia estar junto, eu também escondi o meu sentimento. Mas sempre desejei que você tivesse a coragem que eu não tive e se declarasse pra mim. Eu sabia que falando do Carlos você ia se tocar Dé. Mais eu nunca ia te trocar por ninguém meu amor. *-*
André ficou parado, sem piscar. Olhando aquele rosto dos sonhos que hoje estava mais lindo do que nunca e mais perto do que sempre esteve de seu rosto.
Era informação demais pra André, Anna tinha falado que o amava e do jeito que ele sempre imaginou! Só podia ser um sonho, ele piscou bem forte e quando abriu os olhos Anna lhe falou...
- Você vai ficar parado aí com cara de bobo ou o quê? Essa é a hora que você me beija. =)
Anna era sempre tão direta pra algumas coisas.. André se curvou e beijou seus lábios como se fossem a coisa mais macia que ele já tocara em toda a sua vida. E os dois ficaram ali por algum tempo, se beijando e se amando. Como há muito tempo queriam fazer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário